Glória do desporto nacional!

Oh, Internacional

Que eu vivo a exaltar

Levas a plagas distantes

Feitos relevantes

Vives a brilhar

Correm os anos, surge o amanhã

Radioso de luz, varonil

Segue a tua senda de vitórias

Colorado das glórias

Orgulho do Brasil

quinta-feira, 26 de março de 2015

Grandes Jogadores do Internacional: Claudio Duarte.

O atleta escolhido para a postagem de hoje é Claudio Roberto Pires Duarte, o Claudião. 
Nascido em São Jerônimo em 09 de maio de 1951, Claudio Duarte iniciou e encerrou sua carreira como jogador no Internacional. Oriundo das categorias de base do clube, onde foi campeão  com os juniores em 1969, Claudio ingressou no plantel profissional no mesmo ano, ganhando a confiança do técnico Daltro Menezes. 

Lateral direito de qualidade, Claudio esteve presente nas principais conquistas do Inter na década de 70, incluindo o octacampeonato Gaúcho e a conquista do bi Brasileiro. 

Considerado uma das promessas do futebol dos anos 70, sendo cotado para a Seleção Brasileira, Claudião acabou abandonando os gramados precocemente após uma série de lesões no joelho. Longe dos gramados, mas ainda ligado ao clube, acabou recebendo um convite para assumir temporariamente o cargo de treinador, tornando-se o mais jovem técnico do Sport Club Internacional, aos 26 anos. 

Há exatos 37 anos, no dia 26 de março de 1978, Claudião fazia sua estreia contra o Grêmio Maringá, do Paraná, pelo Campeonato Brasileiro. Com um gol de Caçapava, Claudio Duarte iniciava com uma vitória a sua carreira como treinador. 

Abaixo podemos ver duas fichas do atleta:

Fonte: Departamento de Futebol do Sport Club Internacional.
Fonte: Departamento de Futebol do Sport Club Internacional.

Títulos Conquistados:

Jogador

1968-1969 (Categoria Júnior): Campeão em 1969;
1969-1977 (Categoria Profissional): Octacampeão Gaúcho, Bicampeão Brasileiro, Campeão da Taça Cidade de Porto Alegre.


Fonte: Sport Club Internacional.

Fonte: Sport Club Internacional.

Treinador

1978-1979: Campeão Gaúcho, Campeão da Copa do Governador do RS, Campeão da Copa Estado do RS;
1981-1982: Campeão Gaúcho;
1990-1991: Campeão Gaúcho;
1994-1995: Campeão Gaúcho;

Supervisor técnico

1979: Campeão Brasileiro Invicto;

Diretor Técnico

2003: Campeão Gaúcho

Para mais informações sobre Claudião, clique aqui.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Arthur Friedenreich e Risada - 1935

Colaboração do colorado Stephanos Demetriou SN:

"Na fotografia da Revista do Globo: Arthur Friedenreich e Risada. Estádio dos Eucaliptos. 12 de maio de 1935.


Em 1935, o Santos Futebol Clube realizou uma excursão pelo Rio Grande do Sul. Uma das atrações da equipe santista foi o craque Arthur Friedenreich, um dos maiores goleadores de toda a história do futebol brasileiro. 

Os jogos: 

12/05 - Internacional 1 x 1 Santos

19/05 - Grêmio 3 x 2 Santos

21/05 - Seleção do Rio Grande do Sul 3 x 2 Santos

24/05 - Novo Hamburgo 2 x 4 Santos

26/05 - Riograndense 3 x 4 Santos

Internacional 1 x 1 Santos



Estádio dos Eucaliptos, 12 de maio de 1935.

Arbitro: Walter Leal.

Gols: Sacy (Santos), aos 8 minutos do primeiro tempo e Macuzza Mancuso (Internacional), aos 14 minutos do segundo tempo.

Internacional: Peña, Paroto e Risada, Garnizé, Andrade e Levi, Floriano, Tupan, Macuzza, Darcy e Prestes.

Santos: Cyro, Neves e Badu (Iracino), Marteletti, Ferreira e Jango, Sacy, Moran, Mário Seixas, Friedenreich e Junqueira (Paulinho).

Att,

Stephanos Demetriou SN, historiador."

Risada fez parte da formação inicial do "Rolo Compressor", que era formada por: Marcelo; Álvaro e Risada; Alfeu, Magno e Assis; Tesourinha, Russinho, Carlitos, Rui e Castilhos; e foi Campeão Gaúcho em 1940


Fonte: Sport Club Internacional. 


Da esquerda: Russinho, Pedrinho, Magno, Carlitos, Alpheu, Assis, Tesourinha, Marques, Ruy, Castilhos, Torelli, Álvaro, Risada, Ciscador Marcello. Técnico: Orlando. 

terça-feira, 17 de março de 2015

Memórias Coloradas: Jaison Furusawa Kehwald

O colorado Jaison Furusawa Kehwald nos enviou o e-mail abaixo, que reproduzimos com orgulho aqui no blog:

Prezados,
Visitando o excelente blog da Memória do Inter, ​me empolguei e estou enviando algumas digitalizações de capas de uma revista editada pelo Internacional em 1977, tenho outros exemplares, se for do interesse, posso enviar mais alguns. Espero como colorado, poder ter contribuído com o acervo. 
Parabéns pelo belíssimo trabalho de preservação da história.
Att,
Jaison Furusawa Kehwald

Abaixo as capas enviadas por Jaison:




Quer colaborar conosco? Envie um e-mail para arquivohistorico@internacional.com.br .

sexta-feira, 13 de março de 2015

Departamento de Box do Esporte Clube Internacional

Em dezembro de 1949 foi lançado o primeiro exemplar da Revista do Departamento de Cooperação e Propaganda do Sport Club Internacional. Contando com inúmeras reportagens sobre a estrutura do Clube na época (Departamentos, Estádio, atletas de destaque), a revista é um dos achados que se encontram disponíveis na Biblioteca do Inter. Uma matéria interessante foi escrita por Abelard J. Noronha e mostra as principais conquistas do Departamento de Boxe do Sport Club Internacional em seu primeiro ano de atividades. 

Um grupo de lutadores porto alegrenses, afim de aumentar a popularidade da modalidade, entrou em contato com os clubes de futebol da Capital. A ideia era levar a torcida, já muito fiel às equipes, a acompanhar esse novo esporte. Fundado em 1947, o "Departamento de Box do Esporte Clube Internacional" iniciou suas atividades em 1949. A seguir podemos conferir as conquistas e os atletas do Departamento no ano de 1949: 


Abaixo uma chamada para o 1º Gre-Nal de Box que ocorreu em 07 de abril de 1949, assim como uma nota com o resultado favorável a equipe Colorada. 
Você sabia disso? Deixe um comentário! 

segunda-feira, 9 de março de 2015

As mulheres e o Inter

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que foi celebrado ontem, hoje a postagem fala um pouco sobre a representação feminina no Sport Club Internacional. 
Fonte: Facebook Sport Club Internacional.
A presença feminina nas arquibancadas coloradas vem aumentando significativamente de uns anos para cá, mas isso não quer dizer que as mulheres não eram presentes anteriormente, como podemos ver na imagem abaixo, de 1958: 
Revista Colorada - Janeiro, Fevereiro e Março de 1958.

Aproveitando o momento, deixamos aqui uma homenagem a Jessy Mancuso, primeira mulher a ser Conselheira no Clube (e que ocupou o cargo por quase vinte anos), que faleceu no dia 22 de fevereiro deste ano.

Após deixar a posição no Conselho, Jessy assumiu um cargo na diretoria da Fundação de Educação e Cultura do Sport Club Internacional (FECI), onde atuou em diversos projetos sociais. 

Jessy foi um exemplo da colaboração feminina dentro do Inter, sendo reconhecida pela sua paixão pelo colorado.

Muitas torcedoras coloradas deixaram sua marca no clube e todas merecem homenagens não só pelo dia da mulher, mas por estarem diariamente presentes nesse ambiente anteriormente dominado por homens. O Internacional hoje conta com 22.663 sócias ativas. Abaixo as coloradas de ontem e de hoje: 
Revista Colorada - Junho de 1958.
Coloradas de ontem e de hoje.


segunda-feira, 2 de março de 2015

Gre-Nal 404 - Um jogo que nasceu histórico


O Gre-Nal nº 404 entrou para a história antes mesmo de acontecer. Contando pela primeira vez com uma torcida mista, onde os torcedores Colorados e Gremistas acompanharam o jogo lado a lado, a iniciativa mostrou-se um sucesso. 

Os ingressos foram vendidos para sócios colorados, que tinham direito a levar um acompanhante gremista. Todos estavam cientes das condições e assinaram um termo de responsabilidade na hora da compra. 

Como podemos ver na imagem acima, o primeiro Gre-Nal com torcida mista ocorreu de maneira organizada e pacífica.